O MANEJO COMO FATOR GERADOR DE VANTAGEM COMPETITIVA NO SÍTIO SÃO JOÃO

Andressa da Silva Gomes

Resumo


 

RESUMO

 

O presente trabalho tem por objetivo descrever de que forma o manejo é o fator gerador de vantagem competitiva no Sítio São João. Para alcançar o objetivo proposto foi necessário realizar revisões bibliográficas que tratassem do tema em questão. Dessa forma, abordou-se sobre os conceitos de estratégia, vantagem competitiva e manejo. O embasamento teórico contribuiu para que fosse possível articular com os resultados obtidos na pesquisa. O desenvolvimento da pesquisa foi pautado em métodos descritivos e qualitativos, bem como da busca de dados primários, através de entrevistas, e secundários, por meio da busca de referências bibliográficas impressas ou em meio eletrônico. Neste trabalho, optou-se por verificar as vantagens competitivas do leite produzido pelo Sítio São João, analisando desde o manuseio das pastagens até os avanços tecnológicos utilizados como diferenciais. Nas últimas décadas, a ampliação do processo de mundialização e a consequente expansão do sistema capitalista têm exigido das organizações buscar alternativas que contribuam para a evolução da empresa, visando o lucro. Conclui-se, que as fontes geradoras de vantagem competitiva estão cada vez mais frequentes dentro das organizações, pois esse diferencial atribui características positivas, diferenciando-a das demais. Com isso, as empresas passaram a adotar novas estratégias de mercado como solução para a economia, bastante acirrada de hoje, através de vantagens competitivas.

 

Palavras-chave: vantagem competitiva; estratégias; manejo.


Palavras-chave


Estratégia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Conbrad [ISSN 2525-6815] Qualis B5

Qualis B5